COMUNICADO IMPORTANTE!

Caro Associado,

O CIESP de Ribeirão Preto, depois de uma longa negociação com o DAERP, conseguiu que a autarquia atendesse uma antiga demanda dos empresários: mudar a metodologia de cálculo da taxa de esgoto, que antigamente considerava apenas o consumo de água, e não a quantidade efetivamente despejada para tratamento na rede pública de esgoto.

Abaixo, reproduzimos o artigo 189, do Novo Regulamento dos Serviços Públicos de Água e Esgoto prestados pelo DAERP, que trata dessa questão:

“Artigo 189 – Os usuários das categorias comercial, industrial e pública cujo consumo seja superior a 100 m3 por mês, que não possuam macro medidores instalados no coletor interno de esgoto e desde que não tenham firmado Contratos Fidelidade Água e Esgoto, Demanda ou Especial, quando utilizarem água para insumo de produção ou outros usos que não retornem à rede pública de esgoto, poderão apresentar atestado técnico, firmado por profissional habilitado, demonstrando o balanço hídrico de suas atividades, para fins de redução sobre o volume de esgoto a ser faturado, até o limite de 80% (oitenta por cento), após vistoria e aprovação pelo DAERP.”

Fonte: Diário Oficial do Município de Ribeirão Preto, Ano 45, Nº 10.287 – 15 de setembro de 2017.

Link para download: http://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/J015/diario.xhtml

Mais informações e orientações, por favor entrar em contato diretamente com o Gerente Regional do CIESP, Marcelo Maçonetto, no e-mail: [email protected] ou pelo telefone: 16. 3632-9992.

Gostaríamos de, publicamente, parabenizar o Sr. Afonso Duarte Reis, Superintendente do DAERP, pelo brilhante trabalho à frente desta importante autarquia. Em um curto espaço de tempo, vem promovendo mudanças significativas na gestão do DAERP, criando condições para uma prestação de serviço mais eficiente no longo prazo e tornando a relação com as empresas mais justa e sustentável.

 

Cordiais Saudações,

Guilherme Feitosa

Diretor Titular.

Comente